Escolha uma Página

O Agentes de Cidadania é um projeto desenvolvido pelos Instituto Cidade Democrática e Instituto de Governo Aberto (IGA) com apoio do Instituto Votorantim. Este projeto foi contemplado no Edital Lab de Cidadania.

Todas as atividades serão desenvolvidas na cidade de Votorantim/SP por 6 meses (de março até agosto de 2020) e terão como público prioritário jovens entre 16 e 24 anos.

O objetivo geral do Projeto é de selecionar 20 jovens voluntários, chamados Agentes da Cidadania, que vão realizar uma série de atividades para promover engajamento e participação da população.

Os Agentes da Cidadania terão uma série atividades formativas, oficinas, jogos e debates sobre cidadania e participação e deverão desenhar e realizar projetos de soluções capazes de engajar a população local e fortalecer a cultura democrática do município de Votorantim. Para isso, os 20 agentes selecionados (as) receberão uma ajuda de custo para despesas de transporte, alimentação e internet e telefonia durante as atividades do projeto.

Ao todo, os jovens passarão por um processo dividido em 4 grandes etapas:

Primeira etapa: ciclo formativo com oficinas, jogos, rodas de conversa presenciais sobre cidadania, democracia e processo eleitoral. Nesta etapa, os voluntários devem replicar os conteúdos e atividades para outros públicos  – durante o mês de abril;

Segunda etapa: oficinas presenciais, jogos, rodas de conversa sobre cultura democrática e participação política de Votorantim/SP e levantamento de ideias sobre as dificuldades de participação na cidade. Essas ideias serão organizadas em uma consulta pública na plataforma do Empurrando Juntos para a população participar. Nesta etapa, os voluntários devem promover atividades de divulgação da consulta pública – durante o mês de maio;

Terceira etapa: oficinas, jogos e rodas de conversa presenciais para pensar estratégias e projetos de cidadania, engajamento e participação na Cidade. Nesta etapa, os jovens terão mentorias e suporte à distância com especialistas para aprimorar os projetos – durante o mês de junho;

Quarta etapa: colocar em prática as estratégias e projetos para engajar a população de Votorantim/SP – entre julho e agosto.

Ao fim dessas etapas, o projeto busca implementar soluções que engajem mais e mais jovens a participarem da vida política da cidade.

Quem somos

Laila Bellix

É gestora de políticas públicas com mestrado na área pela Universidade de São Paulo (USP). Entre 2013 e 2016, foi coordenadora de projetos na São Paulo Aberta e coordenadora de promoção da integridade na Prefeitura de São Paulo. Coordenou o Programa Governo Aberto da Agenda Pública. É gestora no Instituto de Governo Aberto e facilitadora. Integra a rede de fellows em governo aberto da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Vanessa Menegueti

Mestranda em Ciências Humanas e Sociais pela Universidade Federal do ABC (UFABC) e advogada formada pela Universidade de São Paulo (USP). Cursou Gestão de Organizações do 3º Setor pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Desde 2016, trabalha com o tema de governo aberto, tendo atuado na São Paulo Aberta, Controladoria Geral do Município, na Agenda Pública e como agente de governo aberto. É facilitadora de processos e cofundadora do Instituto de Governo Aberto.

Henrique Parra

Bacharel em Ciências Sociais pela USP e Mestre em Gestão de Políticas Públicas pela USP. É Diretor Executivo do Instituto Cidade Democrática. Cofundador e ex voluntário do Movimento Voto Consciente Jundiaí. Em 2015 foi consultor em metodologias de participação digital para a SNJ/Presidência da República na criação da etapa virtual e do aplicativo da 3a Conferência Nacional de Juventude e entre 2018-2019 foi consultor em metodologias digitais para o Ministério de Direitos Humanos, para estímulo à participação de adolescentes no CONANDA.

Ricardo Poppi

Mestre em Ciência Política pela Universidade de Brasília (2019) e experiência de mais de 8 anos dirigindo e coordenando equipes para concepção, inovação e desenvolvimento de plataformas de participação digital. Nos últimos 9 anos coordenou ou participou de projetos que envolveram pesquisa, inovação e desenvolvimento como o Participa.br, Caixa Mágica da Participação Social e o Empurrando Juntos. Atualmente, é Diretor de Tecnologia do Instituto Cidade Democrática. Atua principalmente nos temas software livre, dados abertos e plataformas digitais de participação social.

David Carlos

Bacharel em Engenharia de Software pela universidade de Brasília (2017), nos últimos 4 anos participou de projetos envolvendo pesquisa, desenvolvimento e inovação, coordenando times de desenvolvimento e infraestrutura, como o novo portal de software público brasileiro (SPB) e o Empurrando Juntos. Em 2013 participou do projeto de evolução do portal GingaCandanga. Entre 2013 e 2016 Realizou diversas contribuições para softwares livres como Noosfero e Radar Parlamentar.

Fernando Ribeiro

Licenciado em Educação Física pela Academia de Ensino Superior e Pós Graduado em Pedagogia do Esporte pela Universidade Gama Filho. Atua como educador no Sesc Sp desde 2009 com o Programa Curumim para crianças de 7 a 12 anos. A partir de 2014 atuou também no Programa Juventudes, implantando no Sesc Sorocaba o projeto #Tahligado para jovens de 13 a 19 anos. Também possui extensão em Educomunicação pelo Instituto Cala Boca já morreu.

Parceiro de tecnologia

O trabalho de desenvolvimento das ferramentas utilizadas, hospedagem e personalizações é realizado pela Pencillabs, startup localizada em Brasília, DF. A Pencil é parceira de longa data do Instituto Cidade Democrática no aprimoramento e sustentação da ferramenta Empurrando Juntos que será utilizada neste projeto.